Neuras da Mamãe - Blog

Você acha que é Autismo, mas já pensou que poderia ser Transtorno de Aprendizagem Não-Verbal (TANV)?

O TANV é um transtorno específico de aprendizagem, raro, que atinge 1% das crianças e dos adolescentes. Pode facilmente ser confundido com Transtorno do Espectro Autista (TEA) ou até mesmo com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), se o profissional responsável desconhecer o TANV, pelo tipo de perfil semelhante apresentado. A primeira descrição médica que se encontra deste transtorno é do final dos anos 80.

A principal característica do TANV é que a criança com esse transtorno apresenta uma severa dificuldade em raciocínio matemático, tem dificuldade visuoespacial, dificuldade de direita/esquerda, noção de localização, de figura-fundo, não consegue fazer “contas de cabeça”, ou seja, estímulos auditivos funcionam melhor para essas crianças, do que estímulos visuais. Por isso, essas crianças têm mais dificuldades em atividades de execução, do que em atividades verbais.

Apresentam problemas motores muito significativos, como por exemplo, para escrever, amarrar o cabelo, abotoar uma calça e praticar atividades físicas simples.  Dificuldade acentuada em raciocínio não-verbal matemático, falha na percepção sensorial de detalhes, por conta de sua dificuldade em ver coisas que podem muitas vezes estar bem perto, como a lousa, por exemplo. Essa dificuldade visual se dá principalmente a estímulos que podem estar do lado esquerdo ou nas laterais, já que pessoas com TANV, possuem alterações de funcionamento do hemisfério direito do cérebro.

Há uma fácil confusão com casos de autismo, pois essas crianças tem muita dificuldade nas habilidades interpessoais, por não conseguirem juntar a parte com o todo e sua compreensão e percepção social não são adequadas, não conseguem ler expressões faciais e coisas que são ditas com duplo sentido ou que pode ser dito nas entre linhas, por não localizar a sequência das informações e concluir, podendo ter dificuldade de entender metáforas, piadas e ironias.

Qual é a origem do TANV?

Para entender melhor o TANV, seria necessário estudarmos mais a fundo a Síndrome do Hemisfério Direito, porém para simplificar, podemos explicar que nada mais é do que um conjunto de sinais e sintomas de que há prejuízo no hemisfério direito do cérebro daquela criança.

No caso do TANV, esses sinais e sintomas não acontecem de forma súbita na vida da pessoa, pois a Síndrome do Hemisfério Direito pode acontecer em qualquer momento da vida de alguém, porém o TANV acontece em fases precoces do desenvolvimento de uma criança.

Diagnóstico diferencial

Como dissemos, é muito comum o TANV ser confundido com TEA ou TDAH, mas precisamos estar atentos, pois no TANV não há estereotipias, nem interesses restritos e apesar de terem muitas diferenças de funcionamento, há muitos pacientes com diagnósticos errados. Muitas vezes pelas semelhanças em relação a falta de expressão facial, falta de habilidade social, isolamento e em entender piadas e metáforas.

Como é feito o diagnóstico?

Para poder iniciar uma avaliação de suspeita de TANV, é necessário excluir inicialmente o TEA e o TDAH, porém normalmente o que acontece é que os profissionais que não conhecem este quadro acabam confundindo e fechando diagnóstico para TEA ou TDAH. Então, em caso de haver incerteza em relação à criança não ter sintomas suficientes para fechar um diagnóstico, como o de TEA, por exemplo, por nesse caso não haver presença de estereotipias, podemos pensar que pode ser um caso de TANV.

A avaliação clínica é sempre o início de qualquer avaliação, com observações de comportamento, histórico genético, da gestação, acadêmico e características de relacionamentos sociais.

Uma avaliação neuropsicológica em suspeitas de TANV é fundamental, para que se leve em consideraçãoo desempenho em atividades verbais e não-verbais.

Exames de neuroimagem podem ajudar, pois pessoas com TANV tem alteração na substância branca, alterações de assimetria com hemisfério direito menor do que o esquerdo.

Qual é o tratamento?

Requer 3 eixos básicos: medicamentoso para as comorbidades (para o TANV não há remédios), psicoterapia utilizando da psicoeducação para possíveis ansiedades e depressão, para que ela aprenda a trabalhar suas dificuldades sociais e suas limitações e por fim o suporte escolar, pois este é um dos aspectos onde essa criança sofre com suas maiores dificuldades.

Este post tem 2 comentários

  1. Minha filha tem transtorno não verbal que já foi confunfdido com tdah e outros. Fez uso até d ritalina. Não percebi diferença apos seu uso a não ser dor de cabeça, alteração do apetite…
    Faz psicoterapia e fono. Podr me dar orientações para que ela se torne mais funcional, desenvolva suas habilidades…noto que ela é mal compreendida e às vezes percebo que falho com ela.

    1. Hilda,
      Compreendemos sua angustia, porém para poder dar orientações específicas sobre sua filha seria necessário conhecer todo o histórico dela. O que te recomendamos é que busque o serviço de Orientação aos pais, converse com a psicóloga com quem ela faz psicoterapia e veja se ela faz este tipo de trabalho. Tanto a Andréa Luccas (eu que estou respondendo), quanto a Thais Peleias costumamos trabalhar com Orientação aos Pais, pois é a melhor forma de saberem lhe dar com as particularidades de seus filhos.

Deixe uma resposta

um × três =

PROCURANDO ALGUM TEMA?

CATEGORIAS

NEURODESENVOLVIMENTO

Aqui iremos falar tanto do desenvolvimento esperado quanto daquele que já tem algum atraso e pode ser sinal de alerta para procurar ajuda profissional.

APRENDIZAGEM

Como as crianças aprendem é algo muito estudado atualmente e hoje sabemos q diversos fatores podem afetar a aprendizagem dos pequenos.

AUTISMO

Atualmente um tema com muita repercussão, mas que ainda gera muitas dúvidas, abordaremos este tema com carinho.

COMPORTAMENTO

Falaremos de tudo o que envolve o comportamento dos pequenos, desde sua personalidade, temperamento, até birras, bullying e outros temas relacionados.

Andrea Luccas - Neuras da Mamãe

ANDREA LUCCAS

CRP: 06/99643​

Thais Peleias - Neuras da Mamãe

THAIS PELEIAS​

CRP: 06/100880​

E-BOOK DO BLOG

Fique ligado, em breve estará disponível nosso E-book, criado com muito carinho, tratando de assuntos relacionados ao nosso blog.

CONTATO

Entre em contato conosco por e-mail ou, se preferir, encaminhe uma mensagem, preenchendo o formulário abaixo:

2019 – Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido pela empresa Klick Saudável
Sites para Profissionais da Saúde